Education in virtual/real worlds

my second life and the first one

A 1ª universidade portuguesa em SL foi a UTAD (I)

Todos ouviram e sabem que a 1ª universidade portuguesa com um espaço/edíficio próprios em SL foi a Universidade de Aveiro (UA). Todos já sabem que a 2ª universidade portuguesa com um espaço/edíficio próprios em SL vai ser a Universidade do Porto (UP). Mas, se calhar, nem todos sabem que, antes destas e sem desprimor para o trabalho de ambas, já Leonel Morgado aka Andabata Mandelbrot, docente e investigador da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) andava a leccionar as suas aulas de programação em SL! Ou… sabem, se tiverem lido a revista do Expresso nº1795, de 24 de Março de 2007, pp. 28-33.

Logo, a 1ªuniversidade portuguesa em SL foi a UTAD, através do trabalho de Leonel Morgado, coadjuvado pelos seus colegas Benjamim Fonseca e Paulo Martins!

utad_labinf_03.jpg

A questão dos edíficios, dos espaços próprios, adquiridos e reconhecidos institucionalmente… são aspectos importantes para a visibilidade, presença, marca e publicidade duma dada entidade, certo! Mas que interessa isso quando comparado com uma experiência sólida e profícua de trabalhos de investigação publicados (ver novos links no blogroll papers e posts que se seguirão) todos advindos duma vasta prática educativa implementada em SL?

Andabata Mandelbrot, nascido em SL numa data emblemática – 25 de Abril de 2006, começou a aproveitar as potencialidades educativas de SL em Maio de 2006, com os seus alunos de doutoramento.

A partir de Fevereiro de 2007, Andabata passou a trabalhar com os alunos do 2º ano de Licenciatura, numa parcela de terreno comprada por si a Anshe Chung, designada “Laboratório de Programação – UTAD, Portugal”. Se seguirem o SLurl vão cair num pequeno lago. Procurem o teleport localizado numa rocha perto do lago com o título “Acesso à sala da UTAD”.

Eis aqui algumas fotos do que podem encontrar, todas elas espelhando os trabalhos desenvolvidos e/ou em curso:

utad_labinf_07.jpg
O local para entrega de trabalhos no âmbito de projecto descrito no cartaz;

utad_labinf_04.jpg
Outro projecto;

utad_labinf_09.jpg
O script que identifica um avatar a menos de 2 metros;

utad_labinf_11.jpg
Onde os alunos fazem a entrega dos trabalhos desenvolvidos ao docente.

Simultaneamente à aquisição do terreno descrito, os alunos de doutoramento com quem Andabata iniciara os trabalhos em SL, tomaram a iniciativa de alugar novo terreno, localizado noutra ilha, destinado à formação dos alunos do 1º ano da Licenciatura (actualmente, esses alunos encontrar-se-ão agora no 2º ano).

Da ilha de Soma, recolhi estas imagens, também elas reveladoras de que os trabalhos continuam, pela proliferação de objectos criados, certamente com scripts que uma leiga na matéria nem alcança:

utad_soma_001.jpg

utad_soma_003.jpg

Actualmente, Andabata, por uma “gentil cedência da ARCI” (Associação Recreativa para a Computação Informática), tem disponível um terreno mais vasto para levar a cabo as suas experiências e explorações no ensino da programação. Tem também previsto o início da presença virtual da UTAD em SL para Janeiro de 2008.

O historial sobre o trabalho de Leonel Morgado e seus colaboradores em SL, enquanto docentes e investigadores da UTAD, vai continuar [como se antevê pelo (I) incluído no título do post].

De momento, o importante a salientar no trabalho desta equipa é a sua ordem de prioridades: começaram por optimizar o SL na área do ensino/prática da programação, explorar o SL com vista a uma aprendizagem significativa, ultrapassar as dificuldades dos alunos pelo recurso a novas metodologias de ensino baseadas na exploração integrada dos mundos virtuais, despreocupados de presenças físicas institucionais. Este último aspecto virá depois, numa sequência natural do processo.

Leonel, Benjamim, Paulo… doutorandos…. alunos envolvidos…. Digam-me se retratei bem a vossa história, acrescentem episódios que apenas vós conhecem, partilhem conosco as vossas experiências ..

A todos, por dentro ou por fora do assunto, que queiram dar uma força a esta equipa… deixem o vosso contributo!

Advertisements

December 15, 2007 - Posted by | Education, Second Life®, SL®Classes, SL®Education

4 Comments »

  1. Obrigado pela amável descrição!
    Posso acrescentar que houve dois tipos de trabalho: programação integral em Second Life (uma actividade coordenada pelos doutorandos Micaela Esteves e Ricardo Antunes) e programação em SL como apoio a aulas de programação em C#: os objectos de SL que te detectaram a menos de 2 metros enviam e-mails que depois são processados numa aplicação Windows desenvolvida por alunos de segundo ano (licenciaturas em Informática e em TIC), para fazer a gestão destes “dados de marketing” virtuais.

    Comment by leonelm | December 15, 2007

  2. Cara Cleo,

    Parabéns pela visão histórica que a equipa do UTAD bem merece.

    Mais umas achegas históricas:
    – ‘nasci’ em SL em meados de 2006 (não como PalUP), onde conheci o incontornável Eggy
    – soube da existência de um grupo a trabalhar em SL na UTAD e outro na UA
    – comecei as minhas aulas em SL (e na UP) em Fev 2007
    – a ilha da UA surgiu pouco depois
    – a da UP em Junho 2007
    – entretanto tive oportunidade de conhecer na RL algumas pessoas da equipa da UA e o Leonel da UTAD
    – só há pouco soube da existência da ARCI, há muito em SL

    Durante o 5º Congresso da Sopcom, no dia dedicado a SL, tive oportunidade de falar um pouco sobre SL nos Media portugueses em 2007, e uma aluna da UMinho perguntou algo como: “e depois de os 1.os serem notícia? haverá mais notícias para os 2.os, os 3.os,…?”

    Como resposta a esta pergunta, e comentando o teu post, aqui reafirmo que me congratulo imenso com as iniciativas de TODAS as Universidades ou escolas portuguesas em SL, e que o menos importante é mesmo a ordem de chegada…
    Prefiro uma abordagem qualitativa à questão, e na UP, onde estou mais envolvido, nunca colocamos como objectivo ser sempre o primeiro a fazer qualquer coisa. Preferimos ter algum tempo para pensar…

    É justíssima a correcção (se disso se tratava), mas, na minha opinião, pouco relevante…
    Mesmo corendo o risco de não vir no jornal 😉

    Comment by PalUP Ling | December 15, 2007

  3. Leonel, foi com muito gosto que escrevi este post!
    Obrigada pelos teus esclarecimentos! Esse script é fantástico! E desde já envio um abraço à Micaela Esteves e ao Ricardo Antunes!

    PalUP, este post não se trata de uma correcção a coisa nenhuma! É exactamente por concordar contigo, quando explicas que te congratulas “com as iniciativas de TODAS as Universidade ou escolas portuguesas em SL”, que o escrevi!

    (Assim como já escrevi sobre a UP e sobre iniciativas de outras entidades… sou isenta e “plural”!).

    Logo, preocupei-me em relatar factos e partilhar o trabalho que vai sendo feito pelas diferentes equipas portuguesas com trabalho de mérito em SL na área da educação, dando-lhe visibilidade.

    Considero que é pela partilha que se constrói conhecimento e todos, uns com os outros, vamos crescendo.

    P.S. PalUP… tu JÁ estás nos jornais! :-))))

    Comment by Cleo Bekkers | December 15, 2007

  4. […] portuguesa em SL foi a UTAD (II+n) Eu sei que tenho por contar o seguimento do relatado no post anterior sobre a UTAD. Contudo, atendendo aos novos desenvolvimentos, vou abreviar o historial para vos […]

    Pingback by A 1ª universidade portuguesa em SL foi a UTAD (II+n) « Education in virtual/real worlds | April 4, 2008


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: